Vacinação infantil avança a passos lentos na Baixada Fluminense

VACINAÇÃO -  Enquanto na capital do estado, o percentual de crianças vacinadas entre 8 e 11 anos – idades contempladas pelo calendário da ci...


VACINAÇÃO - Enquanto na capital do estado, o percentual de crianças vacinadas entre 8 e 11 anos – idades contempladas pelo calendário da cidade - é de 39%, e é considerado insuficiente pelo secretário municipal de saúde do Rio, Daniel Soranz, em cidades da Baixada Fluminense que já atingiram todas as idades no calendário de vacinação infantil contra a covid-19, o percentual de crianças vacinadas não chega sequer a 20%. É o caso dos municípios de Itaguaí, onde apenas 9% do público entre 5 a 11 anos tomou a vacina, Japeri e Nilópolis, que têm apenas 16% das crianças dessa faixa etária vacinadas, e Mesquita, com 17%.

Três dessas quatro cidades, Itaguaí, Nilópolis e Japeri, estavam exigindo que pais assinassem um “termo de assentimento livre e esclarecido” autorizando a vacinação das crianças, contrariando nota técnica do Ministério da Saúde, que prevê a necessidade da autorização por escrito “em caso de ausência de pais ou responsáveis”. O documento também elencava “sintomas” da vacina pediátrica. O caso gerou reações da Defensoria Pública da União, da Defensoria Pública do Rio de Janeiro e do Ministério Público Estadual que recomendaram que as prefeituras parassem de exigir a assinatura do termo e adequasse os protocolos à recomendação do Ministério da Saúde sob o risco de dificultar a adesão à campanha de vacinação.

Mesmo sem atingir todas as idades do calendário vacinal, uma das cidades com as mais baixas taxas de crianças vacinadas na Baixada Fluminense é São João de Meriti. O município vacina, nesta quinta-feira, crianças a partir de 6 anos de idade, e completa as idades do calendário de vacinação infantil nesta sexta, alcançando os pequenos de 5 anos. No entanto, até o momento, apenas 7% das crianças de 5 a 11 anos compareceram aos postos de vacinação para se imunizar contra a Covid-19. De um universo estimado de 43.625 crianças nessa faixa etária pela prefeitura, apenas 3.147 foram vacinadas.

Em Nova Iguaçu, onde a estimativa é vacinar 68.084 crianças entre 5 a 11 anos, apenas 8.667 pessoas entre 9 e 11 anos tomaram a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, o que corresponde a 12% do público-alvo da campanha. A cidade vacina nesta quinta-feira, crianças de 8 anos de idade. Na clínica da família Jardim da Viga na tarde desta quarta-feira, em Nova Iguaçu, a auxiliar administrativo Michele dos Santos Goulart, de 42 anos, levou a filha Manuela, de 10 anos, para se vacinar. A família estava ansiosa por esse momento.

— Ela estava querendo tomar e esperando a vez dela. A gente estava viajando, então tive que ir hoje. Estávamos ansiosos porque todo mundo lá em casa já tomou, só faltava ela — diz a mãe.

Michele dos Santos conta que conhece pessoas que estão recusando vacinar os filhos por “medo”.

— Tenho algumas amigas que não querem vacinar, dizem que estão com medo por serem crianças. Eu acho errado, sou a favor da vacina e tento conversar. Lá em casa tivemos covid antes e depois da vacina e foi uma diferença muito grande — diz Michele que tem outros filhos de 15 e 20 anos, todos vacinados.

No mesmo posto de saúde, a médica Ana Teresa Muri também levou a filha Luisa, de 8 anos, para tomar a primeira dose contra a Covid-19. Ela afirma que chegou a se sentir insegura em relação à vacina pediátrica por falta de informação.

— A expectativa era de tensão. Eu, como médica, já tomei as 3 doses, mas as informações sobre vacina infantil são discrepantes por causa dos efeitos adversos e reações exacerbadas. A gente fica inseguro, mas é necessário vacinar. Não tem outra alternativa — diz.

Já em Duque de Caxias, onde a campanha de vacinação chega às crianças de 7 anos de idade nesta quinta-feira, de 89.500 crianças esperadas para se vacinar entre 5 a 11 anos, apenas 13.364 tomaram a primeira dose da vacina contra Covid-19, o que corresponde a 14% do público-alvo. Em Queimados, a campanha de vacinação nesta quinta é para os meninos de 8 anos de idade, e para as meninas de 8 anos nesta sexta-feira. Na cidade, o percentual de crianças vacinadas entre o público-alvo da campanha é de 24%. Em Belford Roxo, onde a estimativa é vacinar 20 mil crianças, 6.475 doses do imunizante foram aplicadas em crianças de 9 a 11 anos, o que corresponde a 32% do total de crianças entre 5 a 11 anos de idade. O município vacina nesta quinta-feira, os pequenos de 8 anos de idade. As demais cidades da Baixada Fluminense não forneceram os dados sobre vacinação infantil.

Vacina pediátrica é segura

Para a pediatra e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, Isabela Ballalai, a exigência de um termo de responsabilidade dos pais leva à desconfiança em relação à vacina:

— Nada tira a responsabilidade das autoridades públicas. Estamos falando de saúde coletiva, não uma recomendação individual. Solicitar que pais assinem um termo é uma estratégia que leva à falta de confiança, porque é claro que a população vai imaginar que tem alguma coisa que ela não sabe. O Ministério da Saúde e a Anvisa recomendam a vacinação. Consentimento assinado a gente faz em pesquisa médica, não quando a vacina está licenciada e recomendada, como é o caso — justifica a especialista.

Isabela Ballalai explica que a experiência dos Estados Unidos com a vacinação infantil reforça a segurança do imunizante da Pfizer.

— Das 4 milhões de doses aplicadas lá, foram cerca de 4.500 relatos de eventos adversos e 97% deles simples, sintomas leves como dor no braço, febre ou dor de cabeça. Tem até menos reações nas crianças que nos adultos — afirma.

Em caso de qualquer sintoma desses, um analgésico simples pode ser recomendado. Ela lembra que a vacina Coronavac, que passou a incluir a campanha e é recomendada para crianças de 6 a 11 anos de idade, só não é recomendada para um público maior por falta de dados.

— É uma vacina com eficácia boa, como a da Pfizer. Está contraindicada em crianças que sejam imunodeprimidas, não porque tenha informação de perigo para esse grupo, mas simplesmente porque não tem dados suficientes que tenham permitido que a Anvisa aprove ainda. No Chile, ela é aplicada em crianças a partir de 3 anos de idade — afirma.

O pediatra Renato Kfouri esclarece os riscos de exposição das crianças à Covid-19 e a segurança do imunizante:

— É a doença que mais mata crianças hoje prevenível por vacina, mais que meningite, mais que catapora. A gente tem razões de sobra para vacinar as crianças. A vacina é extremamente segura, o mesmo rigor que tivemos para licenciar para todas as idades tivemos para as crianças também.

Segundo o médico, os riscos da Covid-19 em crianças incluem internações, hospitalizações, sequelas, “covid longa”, que é o prolongamento dos sintomas a longo prazo, e complicações.

— São todas justificativas que levam à vacinação. A gente não vacina só para prevenir morte — afirma o especialista.

Via: Jornal Extra

COMENTÁRIOS

Nome

24º BPM,13,63ª DP,1,Abastecimento de Água,6,Ação Social,9,Acidente,7,acontecimento,9,Adultos,1,AgeRio,1,Agetransp,2,Agressão,1,agropecuária,1,água,24,Alerj,3,Alimentação,10,aniversário,1,Anvisa,1,APAE,1,Arco Metropolitano,6,Arma,27,arte,4,Artista,1,Assalto,3,assassinato,4,assistência social,8,Aterro de Nova Belém,1,Auxilio Emergencial,6,Auxílio Emergencial,9,Baixada Fluminense,252,Baixada Fluminense,294,Baixada Fluminense,337,Baleado,1,Banco Central,2,Banco do Brasil,1,Bancos,2,Belford Roxo,1,Bolsa Família,7,Bolsonaro,1,Brasil,12,Cadae,1,Caixa,7,Caixa Econômica,6,Câmera de Vereadores,5,Campanha,3,Carga Roubada,1,Carnaval,3,Carro Roubado,3,CEAM,4,cedae,25,Centro,4,Chuva,3,Ciclovia,1,Cidadania,2,Cigarro,1,Coleta de Lixo,6,Combustível,2,Compra,1,Conselho Tutelar,4,Conta de Luz,1,CoronaVac,2,CoronaVirus,6,Coronavírus,64,Corpo de Bombeiro,1,Corpo de Bombeiros,2,Correios,2,Corrupção,1,covid-19,14,Covid19,1,Cras,1,CREAS,1,Creche,1,Criança,9,Crime,2,Crime Ambiental,1,cultura,33,Curso,14,Dança,5,Defesa Civil,2,Dengue,3,Denúncia,2,Desabamento,1,Desaparecido,3,Detran,7,Detran-RJ,20,Detro,1,Detro-RJ,1,DHBF,3,Dica,1,Dpvat,1,Drogas,32,Duque de Caxias,3,Economia,19,Educação,97,Eleição,2,Eleições,1,Eleições 2020,3,Emprego,9,Encceja,1,Enchentes,1,Enem,3,Engenheiro Pedreira,13,Escola,5,esporte,13,Esportes,1,Estudante,2,Estupro,2,Evento,2,facebook,1,Faetec,5,falta d’água,4,Falta de água,1,Feriado,3,Firjan,1,Fiscalização,1,Governador,1,Governo do Estado,11,Governo Federal,4,Greve,2,Guarda Civil,1,guarda municipal,1,Homem,51,Homicídio,9,hospiral,1,Hospital,5,Idoso,8,IFRJ,1,Iluminação Pública,5,Incêndio,7,Inea,2,Inscrições,3,investimento,1,IPTU,7,IPVA,1,Itaguaí,3,Japeri,1030,Jogo,2,Jovem,3,Jovens,1,Jpaeri,1,justiça,1,Lanche,1,Lazer,4,LGBT,1,Light,22,Limpa-Rio,3,Limpeza,8,Luz,4,Magé,1,Manutenção da Light,6,Meio Ambiente,16,Merenda,2,Mesquita,1,Ministério Público,2,Moradores,4,Morre,5,Morta,6,Morte,15,Morto,7,MotoTaxi,1,Mulher,15,Multa,1,Nilópolis,5,Nova Iguaçu,10,Obra,2,Obras,29,Oportunidades,2,Pagamento,9,Paracambi,6,Páscoa,1,Perseguição,1,Petrobras,2,PIS/PASEP,2,Policia,9,Polícia,225,Policia Civil,2,Polícia Civil,4,Polícia Federal,1,Polícia Militar,2,Politíca,4,política,19,Politíica,1,Ponto Facultativo,2,Prefeito,2,Prefeitura,79,Presa,3,presídio,2,Preso,55,Primavera,1,Prisão,21,Proeis,2,Projeto de Leis,1,Prouni,1,Queimados,6,Ramal Japeri,35,rede social,1,Reforma,1,Rio de Janeiro,42,Roubo,12,Salário,2,Saneamento,1,São João de Meriti,1,saúde,104,Segurança,11,Segurança Presente,7,Sequestro,1,Sérgio Moro,1,Seropédica,5,Servidores,10,Supermercado,1,SuperVia,74,Taxa de Incêndio,1,Teatro,2,Tentativa de Assalto,1,trabalho,1,Tráfico de Drogas,33,Trânsito,3,Transporte,11,Trem,50,Trens,1,Troca de Tiros,10,Turismo,4,UPA,1,Vacina,14,Vacinação,57,vaga,1,Via Dutra,1,Whatsapp,6,Wilson Witzel,2,Zika,1,
ltr
item
Notícias de Japeri: Vacinação infantil avança a passos lentos na Baixada Fluminense
Vacinação infantil avança a passos lentos na Baixada Fluminense
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEh3plLtbgIz3ZPBYb9XvwqB27kDs11YavXBQ12SMm_vTn3yVFLuAds4PBD-WHSpxFyKTep0Yua8Yf3-oMNBAs-AMUAOWSXiK96bZTDKNqsNK1PoXBqU5-vYQE6rOTdx0xV89XeNankOX3pK-Ai6Da82dvWIuZr-nULWdQoZfSQVTyrh-GMgYjKX73xUog=w640-h334
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEh3plLtbgIz3ZPBYb9XvwqB27kDs11YavXBQ12SMm_vTn3yVFLuAds4PBD-WHSpxFyKTep0Yua8Yf3-oMNBAs-AMUAOWSXiK96bZTDKNqsNK1PoXBqU5-vYQE6rOTdx0xV89XeNankOX3pK-Ai6Da82dvWIuZr-nULWdQoZfSQVTyrh-GMgYjKX73xUog=s72-w640-c-h334
Notícias de Japeri
https://www.noticiasdejaperi.com/2022/02/vacinacao-infantil-avanca-passos-lentos.html
https://www.noticiasdejaperi.com/
https://www.noticiasdejaperi.com/
https://www.noticiasdejaperi.com/2022/02/vacinacao-infantil-avanca-passos-lentos.html
true
6104975093051984055
UTF-8
Carregando Postagens Não foi encontrado nenhum postagem VER MAIS Leia Mais Resposta Cancelar Resposta Excluir Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Mais RECOMENDADO PARA VOCÊ ETIQUETA ARQUIVO PESQUISAR MAIS POSTAGENS Não foi encontrada nenhuma correspondência de postagem com sua solicitação Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não consegue copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C em Mac) para copiar Índice